Páginas

Total de visualizações de página

sábado, 26 de abril de 2014

A páscoa na E.M.J.B.P




      Neste sábado letivo 26 de abril de 2014 a nossa escola teve a honra de receber uma excelente palestra do nosso padre Nel com o tema: O que é páscoa?
     Em seguida o professor José Ailton também nos abrilhantou com uma linda mensagem da páscoa. Todos os alunos receberam o ovo da páscoa e comeram aquele delicioso lanche. No segundo momento a nossa diretora Irene Almeida reuniu todos os funcionários para uma rápida reunião e nos deixou emocionados após passar uma tocante mensagem com o tema:  Quem sou deixa marca; com o objetivo de mostrar a todos a importância de cada um afinal cada um pode deixar a sua marca, tanto positiva quanto negativa, "se um quebra cabeça só pode ser montado após a colocação da última peça, uma entidade escolar só pode fluir se todos caminharem juntos" (Wellington Silva Santos).
        E por fim, todos os funcionários também receberam as lembrancinhas da páscoa!

Vejam agora os principais registros:

PADRE NEL FALANDO DA IMPORTÂNCIA DA PÁSCOA





TIA JACY PINTANDO OS COELHINHOS








NOSSA TURMA PRESENCIANDO A PALESTRA





TIO AILTON LENDO A MENSAGEM

TIA JACY ENTREGANDO OS OVOS


A DIRETORA IRENE EXPLICANDO A MENSAGEM


RECEBENDO AS LEMBRANÇAS DA PÁSCOA

TIO WELLINGTON RECEBENDO A LEMBRANÇA DA PÁSCOA 








Aguardem mais novidades em breve!

Professor Wellington.

terça-feira, 22 de abril de 2014

22 de abril: PARABÉNS BRASIL!!!




Hoje o nosso país está completando 514 anos, sabemos 
que ele tem passado por muitas dificuldades, mais nós 
educadores não podemos perder a esperança que ainda 
poderemos ter um país com uma melhor educação, saúde, 
lazer e tantos outros sonhos sendo distribuídos de forma 
igualitária para todos!

Numa estrofe do nosso hino o compositor cita: Gigante pela 
própria natureza,
És belo, és forte, impávido colosso,
E o teu futuro espelha essa grandeza...

Todos nós desejamos que o futuro do nosso país seja de melhoras em todos os sentidos!!

Um Pouco da nossa História

História do Descobrimento do Brasil

Em 22 de abril de 1500 chegava ao Brasil 13 caravelas portuguesas lideradas por Pedro Álvares Cabral. A primeira vista, eles acreditavam tratar-se de um grande monte, e chamaram-no de Monte Pascoal. No dia 26 de abril, foi celebrada a primeira missa no Brasil.

Após deixarem o local em direção à Índia, Cabral, na incerteza se a terra descoberta tratava-se de um continente ou de uma grande ilha, alterou o nome para Ilha de Vera Cruz. Após exploração realizada por outras expedições portuguesas, foi descoberto tratar-se realmente de um continente, e novamente o nome foi alterado. A nova terra passou a ser chamada de Terra de Santa Cruz. Somente depois da descoberta do pau-brasil, ocorrida no ano de 1511, nosso país passou a ser chamado pelo nome que conhecemos hoje: Brasil. 

A descoberta do Brasil ocorreu no período das grandes navegações, quando Portugal e Espanha exploravam o oceano em busca de novas terras. Poucos anos antes da descoberta do Brasil, em 1492, Cristóvão Colombo, navegando pela  Espanha, chegou a América, fato que ampliou as expectativas dos exploradores. Diante do fato de ambos terem as mesmas ambições e com objetivo de evitar guerras pela posse das terras, Portugal e Espanha assinaram o Tratado de Tordesilhas, em 1494. De acordo com este acordo, Portugal ficou com as terras recém descobertas que estavam a leste da linha imaginária (370 léguas a oeste das ilhas de Cabo Verde), enquanto a Espanha ficou com as terras a oeste desta linha. 

Mesmo com a descoberta das terras brasileiras, Portugal continuava empenhado no comércio com as Índias, pois as especiarias que os portugueses encontravam lá eram de grande valia para sua comercialização na Europa. As especiarias comercializadas eram: cravo, pimenta, canela, noz moscada, gengibre, porcelanas orientais, seda, etc. Enquanto realizava este lucrativo comércio, Portugal realizava no Brasil o extrativismo do pau-brasil, explorando da Mata Atlântica toneladas da valiosa madeira, cuja tinta vermelha era comercializada na Europa. Neste caso foi utilizado o escambo, ou seja, os indígenas recebiam dos portugueses algumas bugigangas (apitos, espelhos e chocalhos) e davam em troca o trabalho no corte e carregamento das toras de madeira até as caravelas. 

Foi somente a partir de 1530, com a expedição organizada por Martin Afonso de Souza, que a coroa portuguesa começou a interessar-se pela colonização da nova terra. Isso ocorreu, pois havia um grande receio dos portugueses em perderem as novas terras para invasores que haviam ficado de fora do tratado de Tordesilhas, como, por exemplo, franceses, holandeses e ingleses. Navegadores e piratas destes povos, estavam praticando a retirada ilegal de madeira de nossas matas. A colonização seria uma das formas de ocupar e proteger o território. Para tanto, os portugueses começaram a fazer experiências com o plantio da cana-de-açúcar, visando um promissor comércio desta mercadoria na Europa.



Abraços em breve mais novidades!

segunda-feira, 14 de abril de 2014

AC: Atividade Complementar (coletiva)



52º aniversário de BARRO PRETO


Em decorrência das diversas datas comemorativas no mês de abril, inclusive o dia 17 de abril que é o dia do 52º aniversário da nossa cidade de Barro Preto, a nossa escola realizou no último sábado dia 12 de abril um AC (Atividade Complementar) com toda a equipe de educadores com o objetivo de traçar metas para a realização teórica e prática das datas comemorativas de forma eficiente e com muita qualidade.
Mediada pela coordenadora pedagógica Eliane Ferreira com diversas propostas de atividades para o: Dia do Índio, Dia da Cidade e a Páscoa.

Vejam agora os principais registros:


MENSAGEM INICIAL: CHICO XAVIER




A COORDENADORA ELIANE EXPLICANDO AS PROPOSTAS DE ATIVIDADES!















Nossa diretora Irene confeccionando faixas

Aguardem em breve mais novidades!!

Professor Wellington