Páginas

Total de visualizações de página

terça-feira, 12 de março de 2013

Homenagem da Escola M. Jesus Bom `Pastor aos Bibliotecários



Comemora-se no dia 12 de março o Dia do Bibliotecário em homenagem ao engenheiro e bibliotecário por vocação, Manoel Bastos Tigre.

Manoel Bastos Tigre
É oportuno lembrarmos, no dia em que se comemora o bibliotecário, das palavras do Chefe da Casa Civil do governo Figueiredo, general Golbery. Disse ele: "o único lugar que preservo de todos é a minha biblioteca, pois através das minhas leituras conhecerão os meus segredos".

Quem foi Manoel Batos Tigre?

Ele nasceu no dia 12 de março de 1882 e, ao terminar o curso de Engenharia, em 1906, resolveu fazer aperfeiçoamento em eletricidade, no Estados Unidos. Uma vez lá, conheceu o bibliotecário Melvil Dewey, que instituiu o Sistema de Classificação Decimal.


Este encontro foi decisivo na sua vida, porque, em 1915, aos 33 anos de idade, largou a engenharia para trabalhar com biblioteconomia.
Prestou concurso para bibliotecário do Museu Nacional do Rio de Janeiro e se classificou em primeiro lugar, com o estudo sobre a Classificação Decimal.
Transferido, em 1945, para a Biblioteca Nacional, onde ficou até 1947, assumiu depois a direção da Biblioteca Central da Universidade do Brasil, na qual trabalhou, mesmo depois de aposentado, ao lado do Reitor da instituição, Professor Pedro Calmon de Sá.

A Escola M. Jesus Bom Pastor homenageia o bibliotecário reservando um espaço especial para a prática da leitura. Confira....




Nenhum comentário: