Páginas

Total de visualizações de página

quinta-feira, 1 de junho de 2017

Lançamento Projeto de Leitura: O Mundo Encantado das Letras



"Sou um livro aberto, pode me ler à vontade, não tenho nada a esconder. A tarefa difícil é me compreender nas entrelinhas, nas minhas subjetividades poéticas." Camila Custodio.
Na sexta feira 19/05/2017, sob o comando da coordenadora pedagógica Ana Cristina, aconteceu o lançamento oficial do Projeto de Leitura da E.M.J.B.P, com o tema: Mundo Encantado das Letras, que se estenderá até o final de novembro.Houveram diversas apresentações com fantoches, músicas, fábulas, conto e reconto, dramatizações, que fizeram os nossos " baixinhos" mergulharem no mundo da imaginação, com o objetivo de criar gosto pela leitura de maneira prazerosa, sedutora e dinamizada.

Nenhum texto alternativo automático disponível.


A imagem pode conter: 1 pessoa, em pé e área interna


Nenhum texto alternativo automático disponível.


A imagem pode conter: atividades ao ar livre


A imagem pode conter: 3 pessoas, pessoas sentadas, filho e atividades ao ar livre

A imagem pode conter: 4 pessoas, atividades ao ar livre


A imagem pode conter: 2 pessoas

A imagem pode conter: 11 pessoas, multidão e atividades ao ar livre



A imagem pode conter: uma ou mais pessoas


A imagem pode conter: 4 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé e área interna


A imagem pode conter: 9 pessoas, pessoas em pé, filho e área interna


A imagem pode conter: 11 pessoas, pessoas sentadas


A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas em pé, sapatos e área interna


A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e área interna

Nenhum texto alternativo automático disponível.


Nenhum texto alternativo automático disponível.



A imagem pode conter: 4 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé e filho 
A imagem pode conter: 3 pessoas, pessoas em pé

A imagem pode conter: texto

A imagem pode conter: 9 pessoas

A imagem pode conter: 4 pessoas, pessoas em pé

A imagem pode conter: 2 pessoas, área interna


A imagem pode conter: 3 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé, filho e sapatos


A imagem pode conter: 10 pessoas, pessoas em pé
A imagem pode conter: 5 pessoas, sapatos e área interna


A imagem pode conter: 4 pessoas, pessoas em pé e filho

A imagem pode conter: 8 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé e filho

A imagem pode conter: 1 pessoa, sentado e sapatos

A imagem pode conter: 1 pessoa, sentado e shorts

A imagem pode conter: 8 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé

A imagem pode conter: 12 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé e sapatos


A imagem pode conter: 9 pessoas, pessoas sorrindo, filho e área interna


A imagem pode conter: 11 pessoas, pessoas sorrindo

A imagem pode conter: 5 pessoas, pessoas em pé e filho


A imagem pode conter: 4 pessoas, pessoas em pé, filho e sapatos






Todos contra o abuso e a exploração sexual de Crianças e Adolescentes









Na última 5ª feira, 25 de maio de 2017, o CRAS, juntamente com todos integrantes da educação da nossa cidade, mobilizou mais uma ação na Praça Getúlio Vargas com faixas, cartazes, apresentações, panfletos, etc, com o objetivo de alertar o município e a sociedade brasileira contra a violação dos direitos sexuais de crianças e adolescentes, pois, 18 de maio foi estabelecido como o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. Apenas no ano de 2014 foram registradas 24.575 denúncias de violência sexual contra crianças e adolescentes no Brasil. Desses casos, 19.165 foram de abuso e 5.410 de exploração sexual infantil. 


Por que 18 de maio?



Neste dia, em 1973, uma menina de 8 anos, de Vitória (ES), foi sequestrada, violentada e cruelmente assassinada. Seu corpo apareceu seis dias depois, carbonizado e os seus agressores nunca foram punidos. 
Com a repercussão do caso, e forte mobilização do movimento em defesa dos direitos das crianças e adolescentes, 18 de maio foi instituído como o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. Desde então, esse se tornou o dia para que a população brasileira se una e se manifeste contra esse tipo de violência.